Segunda-feira, 30 de Janeiro de 2012

Standstill - acordo para não produzir

Desde os governos de Cavaco que Portugal tem sido sempre muito bom aluno. Muito bem comportado, sempre exemplar, mas à boa moda latina, tanto de pedinchão e oportunista, como de falta de visão para o futuro.

Passo a explicar: A Comissão Europeia, sob o comando da Alemanha e da França (já nesse tempo), acharam que a Europa tinha excedentes alimentares, então criaram regras para se deixar de produzir. Tratou-se na realidade de um acordo a chamada regra do "standstill".

Aplicpou-se aos produtos agrícolas, pescas, outros recursos naturais.

Só para o exemplo do leite:

 

Veja-se nos mapas como os países do centro da Europa produzem mais de dez vezes mais leite do que Portugal e nós ainda apanhámos com as ditas cotas.

Mas nunca foram considerados excedentários a produção de automóveis alemães e franceses, os telemóveis finlandeses, etc..

Já não se encontram dados dos governos de Cavaco, mas ainda em 2008 saíam notícias sobre a assunto do leite e outros:

De acordo com os dados da CAP, na campanha de 2005/06 cerca de 2.625 produtores abandonaram o sector e na última (2006/07) foram mais 2.000 a fazê-lo, o que torna a situação do sector "muito complicada".

"O que tem havido é incentivos para os pequenos produtores abandonarem a produção. Em 12 anos, de 80 mil passamos a ter 12.000. As políticas foram neste sentido e a produção de leite diminuiu drasticamente, com os custos associados à produção por sua vez a aumentarem brutalmente", disse à Lusa João Dinis.

"O governo francês deu autorização aos produtores para aumentarem a produção, por pressão da indústria, o que resultou numa pressão muito grande em escoar este leite, designadamente para Espanha e Portugal", explicou à Lusa José Oliveira que preside à Leicar - Associação dos Produtores de Leite e Carne.

Em resumo:

A Sra Europa (a dos bons trabalhadores) criaram as cotas para que cada país tivesse um limite máximo de produção. Pagaram aos pequenos produtores dos países mais frágeis para deixarem de produzir, com a justificação da manutenção dos preços. Depois, forçaram a liberalização do mercado e invadiram os países “preguiçosos” com produtos abaixo de custo de produção para escoarem os seus próprios excedentes (apoiados pelos seus governos).

O exemplo explicado para o leite ter-se-á passado quase igual para o vinho, para as batatas, para o milho, para o tomate, para a pesca, para a carne, etc.

Em duas décadas, Portugal perdeu 40% da sua frota de pesca. Com o forte contributo da política de reestruturação e de abate financiada pela União Europeia, passámos de 14 mil embarcações, em 1986, para as actuais nove mil.

No mesmo período o número de automóveis de alta cilindrada e de luxo terão aumentado mais de dez vezes. Basta andar na estada para confirmar. Contem.

publicado por Eu mesmo às 22:31

link do post | comentar | favorito
Domingo, 22 de Janeiro de 2012

Arrependidos de ter votado Cavaco Silva

Estamos num momento de reflexão interessante no sentido de saber quem é Cavaco Silva.

Li e tenho ouvido recorrentemente que muitas pessoas que votaram Cavaco Silva começam a criticá-lo e estão arrependidas de ter mantido no poder, durante 11 + 10 anos, a figura de pensamento interior pouco claro - chamado Aníbal C. S.

Por exemplo, um Investigador do Instituto Português de Relações Internacionais. Doutorando em Relações Internacionais na Universidade Nova de Lisboa, Colunista do Diário de Notícias e da revista inglesa The Majalla Magazine, comentador de assuntos internacionais da TVI 24 e da Rádio Renascença, autor de Blair, a Moral e o Poder(Guerra & Paz, 2008), colunista do jornal i, investigador do Instituto da Defesa Nacional, além de colunista e editor da Revista Atlântico, colaborador do Diário Económico e escreveu nos blogs Acidental, Sinédrio, Atlântico e 31 da Armada. (http://uniaodefacto.blogs.sapo.pt/377.html),

Pois este investigador com todo este currículo afirmou que anteontem teve vergonha de ter votado algumas vezes no tal senhor.

Este problema do arrependimento e vergonha de ter votado em Cavaco Silva é doença de que estou 100% livre. Em 5 eleições diretas e mais as autárquicas, nunca votei em Cavaco Silva. Sempre o achei demasiado "blindado", ou seja, não se sabia bem o que ia dentro daquela cabeça, e a demagogia e o tabusismo foram sempre a sua imagem de marca.

No entanto, agora, quando os outros se evergonham, é que eu começo a ter alguma "compreensão" pelo senhor Aníbal. Primeiro teve a coragem de criticar os dirigentes da Alemanha e da França e depois percebeu que o país não podia ter como único desígnio o empobrecimento sem manter a nobreza. Este episódio do seu rendimento ser pequeno até compreendo, quando todos os seus seguidores e apoiantes mais destacados estão em tronos de ouro, sem nenhuma responsabilidade histórica.

É que, só agora o nosso senhor presidente Cavaco começou a perceber que a história não vai ser simpática com ele. Vai ficar com as dores mas sem ganhar os correspondentes benefícios. Os que o apoiaram serviram-se dele, governaram bem a vida e agora abandonam-no.

 No fundo, no fundo, ele vai provar do veneno que tentou e serviu a outros.

publicado por Eu mesmo às 18:59

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 20 de Janeiro de 2012

Se não fosse o dinheirinho do BPN ...

Cavaco Silva diz que a sua reforma não chega para as despesas

http://www.jn.pt/PaginaInicial/Politica/Interior.aspx?content_id=2253939

O mentira do eu-calipto

Coitado do Presidente Cavaco.

A vida está tão difícil que ele está a ponderar arrendar o Palácio de Belém a uma cadeira de hoteis de luxo de Dias Loureiro, e ele e a Maria voltam para a Travesso do Possolo, código postal 1350 Lisboa.

O dinheiro não dá para nada. O que vai valendo para umas viagens à América do Sul e à Califórnia são umas mais valias ganhas numas ações do BPN.

Mas o D. Cavaco e a D. Cavaca não vivem só da reforma. Então ele não recebe o ordenado de Presidente?

Hummm. ..., parece-me que o Sr. anda com dor de cotovelo por alguns dos seus amigos viverem na maior das abastanças em cargos dourados, veja-se Catroga, Braga de Macedo, Dias Loureiro, etc., além disso ainda lhe vai cair a história em cima.

publicado por Eu mesmo às 19:49

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 16 de Janeiro de 2012

Foram mesmo ao pote

 

Da internet.

Em fevereiro de 2011 diziam que não queriam ir ainda ao pote:

 http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=469171

Está a ser muito fácil fazer capas de jornais tal como faz o Correio da Manhã, só que aqui numa experiência de sinal contrário. Em vez de aparecerem as nomeações e os favores de Sócrates, estamos agora na maré de noticiar as broncas do PSD e do CDS.

Até o insuspeito de gostar do PS - o jornal do pequeno grande arquiteto - O Sol:

Saem boys do PS, entram os de Direita

http://sol.sapo.pt/inicio/Politica/Interior.aspx?content_id=38918

E do insuspeito Público: 

BE questiona apoio do Instituto Tropical a exposições de filha de Braga de Macedo

http://www.publico.pt/Pol%C3%ADtica/be-questiona-apoio-do-instituto-tropical-a-exposicoes-de-filha-de-braga-de-macedo-1529078

 

E ainda do conceituado Expresso:

A filha de Braga de Macedo e o nosso dinheiro

http://aeiou.expresso.pt/a-filha-de-braga-de-macedo-e-o-nosso-dinheiro=f699215#ixzz1jfBPN3SH

 

Catroga, Celeste Cardona, Santana Lopes, etc., etc., mais outros setecentos ...

É fartar vilanagem. Foram ao pote.

E para terminar por hoje, a cereja "o pastel de nata" em cima do bolo "do bobo".

 

 

 

publicado por Eu mesmo às 22:26

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 12 de Janeiro de 2012

O que é a não-vergonha

 

Este tema é tão nojento que não merece grande escrita. Desculpem os leitores brasileiros, que são muitos, se não perceberem ao que me refiro.

Para quem quiser saber mais alguma coisa leia por exemplo:

http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=530251&pn=1

Há por cá quem diga que Portugal não é a América latina. Pois não! É pior do que a América latina e a Indonésia, mais a República Centro Africana.

Em resumo, um grupo de senhores e senhoras vão receber ordenados milionários em cima de reformas já bem gordas. Por exemplo, vão ganhar cerca de 11 vezes mais do que o Presidente da Câmara de Lisboa ou do Porto para não fazerem nada de útil.

Pergunta do português: - Porquê?

Resposta: Porque são "protegidos"/"lobbistas" dos partidos do governo! Só.

Vão ganhar muito portanto é bom para dinamizar a economia e pagar mais impostos. Errado, porque muito desse dinheiro vai para ofshores.

Então e os outros? Nós? Os "classes médias" é que gastamos cá o dinheiro.

publicado por Eu mesmo às 00:09

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 6 de Janeiro de 2012

A morte do cisne

 
Pois é muito fácil as pessoas enganarem-se nas aprecisções que fazem dos outros.
tags:
publicado por Eu mesmo às 19:28

link do post | comentar | favorito
Domingo, 1 de Janeiro de 2012

Certezas para o Ano de 2012

Os políticos que nos governam não têm a certeza de que as medidas que estão a tomar sejam as que resolvem os problemas, mas também os que criticam essas medidas também não terão a certeza de que as suas alternativas seriam melhores.

Portanto, a única certeza é que ninguém tem a certeza de ter a melhor solução para os problemas.

Vamos por tentativas e a apalpar o caminho como um ceguinho.

Bom Ano de 2012 a todos.

Tentem salvar-se de diferentes maneiras. Alguém há-de acertar.

 

publicado por Eu mesmo às 21:43

link do post | comentar | favorito

pesquisar

 

Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
27
28
29
30

posts recentes

Actual Comunicação Social...

Os sabe-tudo ...

Só o Armando Vara e o Sóc...

Confirma-se previsão de "...

CM - Correio Manhoso_ 5No...

Deus nos livre ...

Fogos florestais - comuni...

Fogos - Opinião de outros...

Gente séria é outra coisa

Justiça a reboque da comu...

República dos juizes

Moção de "auto-censura" p...

Rei Ghob

Confirmação da injustiça ...

Os intocáveis

Roubados e ainda temos de...

Não sejam mal agradecidos...

Rir é o melhor remédio, s...

Miguelito Relvado - O Ban...

Carlos Alex. Quem é ele? ...

arquivos

Novembro 2018

Outubro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

links recomendados

Tempo

blogs SAPO