Segunda-feira, 31 de Dezembro de 2012

Bom ano de 2013

Resumo do que aconteceu em 2012.


Para todos os portugueses boas pessoas,

Um Ano de 2013 com muita saúde e algum sucesso pessoal.

publicado por eu-calipto às 15:30

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 25 de Dezembro de 2012

Sérgio Monteiro ???? Dâaa ...

Não sou adivinho, mas sem querer antecipei a “peça” que tínhamos pela frente.

Fiz há duas semanas um post sobre a afirmação parva de Sérgio Monteiro de que a diminuição das receitas dos transportes públicos não se deviam tanto à crise mas mais aos passageiros que começaram a viajar sem bilhete.

Agora nova “pedrada” na inteligência e na paciência dos portugueses.

Sérgio Monteiro é o Secretário de Estado com a tutela das parcerias público privadas que estão em investigação no processo “Buraco no Asfalto”. Diz-se que houve acordos secretos para beneficiar as empresas privadas em prejuízo do interesse público.

O Ministério Público fez buscas a casa do antigo secretário de Estado do governo Sócrates – Paulo Campos – e foi logo noticiado nos jornais. Ficámos depois a saber, numa entrevista deste a uma televisão, que Sérgio Monteiro tinha sido um dos interlocutores desse negócio.

 

Sérgio Monteiro, como Administrador do Banco de Investimentos da Caixa Geral de Depósitos, nesta qualidade assinou os documentos “secretos” que o Ministério Público foi procurar a casa dos antigos Ministros Mário Lino e António Mendonça, e ainda do secretário de Estado Paulo Campos. Sérgio Monteiro foi o representante dos sindicatos de bancos com intervenção nos negócios de, pelo menos, sete PPP. Porque razão o Ministério Público não perguntou a Sérgio Monteiro pelos documentos que ele próprio tinha assinado? Ou porque não fez buscas a casa deste?

Diz-se que o Tribunal de Contas não teve acesso aos tais documentos. Era Almerindo Marques, das Estradas de Portugal, que tinha a responsabilidade de enviar os tais documentos para o Tribunal de Contas, mas, nem foi incomodado.

 

Conclusão. Como tem acontecido demasiadas vezes, a falta de habilidade que falta ao Ministério Público para procura as coisas nos sítios certos e nas pessoas certas, sobra-lhe em habilidade para fazer chegar toda a informação da realização de buscas aos jornais amigos.

Em resumo: Sérgio Monteiro defendeu os interesses dos privados e agora “defende?” a parte contrária - o interesse público. Mas isto não faz sentido! Enquanto representava os privados, que se diz estarem a ganhar milhões indevidamente, Sérgio Monteiro preocupou-se com o interesse público? Não foi ele a pedir tais condições?

Não venham dizer que Sérgio Monteiro queria fazer um negócio justo, com menos lucros para os privados, e foram os ministros de Sócrates que exigiram que o Estado ficasse prejudicado pagando mais do que o devido. Isto era o Mundo de pernas para o ar. Alguma coisa não bate certo.

publicado por eu-calipto às 20:40

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 21 de Dezembro de 2012

A "Corrupção" (dos grandes países) na Origem da Crise?

Pedro Bingre (Professor at Instituto Politécnico de Coimbra)

explica muita coisa que todos devíamos perceber. O Mundo vai mudando e ainda bem. Mas não pode ser tão rápido que não dê tempo para as pessoas perceberem e se adaptarem. 

Há vários vídeos no YouTube, sobre esta conferência na Associação 25 de abril, mas comecem por este que é curtinho:

Alemanha emitiu €uros como "falsa moeda", em 1999

publicado por eu-calipto às 23:29

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 18 de Dezembro de 2012

O vigarista mentiroso

Passos Coelho vem dizer que as pessoas recebem pensões mais elevadas do que aquilo que contribuíram. É verdade para uns e é mentira para outros. Se alguém viver até aos 90 anos e receber uma pensão de alto valor vai haver um momento em que começa a receber mais do que aquilo que descontou. Se alguém tem a infelicidade de morrer novo, perde todo o dinheiro descontado dos seus vencimentos, que não transita para os seus herdeiros. Para o bem ou para o mal acontece que o regime de pensões não é um regime de aforro, digamos, um desconto que vai para uma conta pessoal como se fosse uma conta bancária, mas tem mais semelhança com um seguro. Nos seguros os que não têm acidentes pagam para os que têm acidentes e ficam até muito satisfeitos com isso (pagar e não receber). No regime de pensões atual as pessoas descontam do seu vencimento e a entidade patronal desconta outra parte. Quando se está a descontar ninguém sabe quem vai ganhar e quem vai perder. Diz-se até que o Estado tem usado esse dinheiro para investimentos e até para aplicações financeiras.

Vejamos o meu caso pessoal como exemplo. Num cálculo aproximado, em 38 anos de serviço descontei cerca de 105 000 Euros. Por mérito e esforço pessoal, atingi o topo de uma carreira profissional, pelo que tenho direito a valores superiores à média. Se vier a ter uma pensão de 1800 Euros mensais isto quer dizer que durante os primeiros 5 anos estou a gastar do meu próprio dinheiro. Mas, como a entidade patronal devia fazer também o desconto igual ao trabalhador, estes cinco anos passam para dez anos.

Portanto, a ideia de que os trabalhadores mais novos no ativo estão a contribuir para o valor que vou receber na minha aposentação, isso só será verdade daqui a 10 anos. Mas, mesmo assim, considerando a lógica dos seguros, muitos dos aposentados terão já morrido antes de atingirem os dez anos em que estão a gastar do seu próprio desconto, ficando a diferença para os outros.

O Sr. Passos Coelho que não engane mais os portugueses. Quem recebe pensões muito acima do que descontaram são os deputados e membros dos governos e outros cargos políticos. Muita dessa gente recebe reformas milionárias ao fim de 12 anos ou pouco mais de descontos. Esses é que não merecem. Os Miras Amarais, os Catrogas, os Marques Mendes, etc., que ainda por cima continuam a trabalhar e a receber. Interessante que nenhum destes gosta do Sócrates, pois foi ele que criou uma lei que diz que sendo reformado não pode acumular nenhum salário do Estado, ou então tem de desistir da reforma. Veja-se o Presidente da República. Este senhor está a gastar do dinheiro das aposentações em vez do salário de Presidente.

Não há dinheiro, não há dinheiro, (a música da moda).

Mas Passos Coelho usou todo o dinheiro, acumulado para as pensões dos bancários, para baixar desnecessariamente o défice público de 2011. Agora será a Segurança Social a pagar nos próximos anos as reformas dos bancários.

Estamos perante uma vigarice. O homem do lixo, que toda a vida foi administrador incompetente de empresas de lixo, está agora a tratar-nos como lixo.

Referência a consultar

Governo vai transferir fundo de pensões da banca para pagar BPN e Madeira

(sempre os amigos do Cavaco, já é azar).

publicado por eu-calipto às 23:19

link do post | comentar | favorito
Domingo, 16 de Dezembro de 2012

Salvar a pele

O jornaleco Sol publicou a semana passada uma notícia, provavelmente falsa e atentatória de um dos mais fundamentais direitos de um cidadão, que é o direito ao bom nome. Este jornal está certamente a contribuir para o linchamento público de uma figura bem conhecida, portanto a cometer uma das maiores injustiças que é possível fazer. Através da mentira destruir a reputação de alguém, goste-se ou não se goste dessa pessoa.

Causou polémica? Pois causou!

Mas o jornal tinha de salvar a Face Oculta e a dos seus amigos da fuga de informação. Então foi lá ao "antro do crime" e perguntou -"Então o que fazemos agora para salvar a nossa face? Deram-me aquela informação a semana passada e as pessoas começam a ficar desconfiadas da nossa burla".

Então o que é que pariram? Dar outra notícia a confirmar que a notícia anterior era verdadeira. Mas, mais uma vez, fazendo uso de informação confidencial. Esta nova capa do Sol é a confirmação assumida do acesso aos detalhes do processo.

A prova de promiscuidade da justiça com a certa comunicação social fica aqui bastante evidente.

Mas como é que o jornal sabe se os investigadores encontraram ou não encontraram nomes de código? Como é que têm acesso aos detalhes da investigação que estão em segredo de justiça? Quem garante que os investigadores não são incompetentes e se enganaram? Tudo isto é surrealista.

publicado por eu-calipto às 08:32

link do post | comentar | favorito
Domingo, 9 de Dezembro de 2012

A justiça da injustiça

Medina Carreira, mais conhecido pelo Masca-pevides, foi apanhado como diz o pasquim Sol, mas, tudo indica, não apanhado por pertencer à rede mafiosa, mas apanhado pela incompetência dos investigadores, do Ministério Público, e pelos jornais de sarjeta.

Portanto está certo - foi apanhado.

O interessante é que esta história, sendo uma injustiça, tem a sua parte justa. É que o Masca-pevides nunca tinha acreditado que pudesse haver erros da justiça. Em tempos, referindo-se aos processos Freeport, Face Oculta e outros (com forte componente política), o nosso Masca-pevides acusava a justiça de não conseguir condenar as pessoas que apareciam nos jornais como criminosos. Pois o que acontece é que ainda há alguns juízes justos e que não vão nas histórias e efabulações dos procuradores Vidais, Filipes e Alexes ou das jornalistas Manuela Moura Guedes, Felícia Cabrita, José António Saraiva, José Manuel Fernandes, etc.

A pouco e pouco vai-se ficando a saber que no sistema de justiça há muita coisa que não é justiça. Assim ficamos mais preparados para perceber as coisas e ter mais espírito crítico.

Hoje vem a Ministra da Justiça dizer que vai fazer um programa de formação dos presos das prisões, incluindo licenciaturas. Anedota. Anedota. Não há dinheiro para as universidades normais para as pessoas que se portam bem, e vão gastar dinheiro  com os presos - sem propinas. Só se forem licenciaturas tipo Relvas (com equivalências), ou então os estudantes que não têm dinheiro para as propinas cometem um crime para ir para a prisão estudar (quarto, comida e sem propinas). Ou ainda, será que os presos vão também pagar propinas? E se não pagarem? Vão represos, ou são expulsos da cadeia?

Nestes casos seria "A injustiça da Justiça". Sempre, sempre a "Política suja".

publicado por eu-calipto às 18:22

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 7 de Dezembro de 2012

Medina Carreira apanhado por Face Oculta

Quando vi a fotografia do masca-pevides na capa do jornal Sol pensei que seria verdade este treinador de bancada ter transferido dinheiro para a Suíça para fugir a impostos outra qualquer manigância

Inocência minha acreditar no jornal Sol. Mas pensei, isto é o momento da verdade. Se há provas então Medina Carreira enganou toda a gente. Se é tudo uma invenção do jornal, então é altura de ele mover um processo por difamação.

À noite vi no telejornal da TVI a entrevista de Judite de Sousa a Medina Carreira. O senhor estava pálido e com a voz rouca, mas tentando mostrar-se calmo e compreensivo. Não deixou esconder a revolta dos acusados injustamente.

Pela conversa com a jornalista tendo a acreditar no economista. Afinal fazem uma busca de várias horas a sua casa, vêm todos os papéis e papelinhos, computadores, gavetas, agendas, vasculhando tudo. À tarde foram para o escritório e lá ficaram até ao fim da tarde. Para encontrarem o quê? Nada. Só para espezinhar.

Quem estava a liderar a manada? Carlos Alexandre, só podia ser.

Mas como é que a comunicação social soube logo dos detalhes do processo em fase de investigação e sigilo? O costume! A Face Oculta. Alguma Face Oculta com rabo de fora.

Não sendo eu um apreciador de Medina Carreira, desta vez estou do lado dele, por saber o que é a nossa justiça e a promiscuidade com alguma imprensa.

Põe-me doente perceber que há gente capaz de sacrificar inocentes para atingir certos fins escondidos. O erro judiciário é o crime mais horrendo e cobarde que existe.

Se Medina Carreira for inocente, fica marcado com a capa de um jornal e a notícia de uma busca policial a sua casa. Uma pessoa nunca mais é o que era antes.

Esta justiça tem o poder intocado de chatear quem quer que eles queiram, pois uma escuta e uma busca podem sempre arranjar-se por motivo fútil ou inventado. Quando não se descobre nada já é tarde para a vítima. O carimbo de vigarista ou criminoso tem uma tinta que nunca mais sai.

E a impunidade dos justiça mafiosa e para os jornais de Sarjeta, quando é que acaba? 

Os jornais, com a ajuda dos justiceiros, apressaram-se a manchar Medina Carreira por 600 000 Euros, deixando outros Dias Loureiros, etc.,  a pavonear-se com mais de 4 000 000 000 nos bolsos.

Nesta história só há uma grande ironia do destino. Quando era Sócrates que aparecia todos os dias na capa do Correio da Manhã, o masca-pevides, independentemente de concordar ou não com as medidas económicas, nunca aproveitou a sua presença mediática para distinguir o que eram acusações de "fritar alguém em lume brando", com erros de governação. Neste aspeto, justiça seja feita a Marinho Pinto, denunciou os abusos da justiça e dos jornais, mas a quem ainda não conseguiram fazer buscas.

publicado por eu-calipto às 22:48

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2012

Sexalescentes

"Se estivermos atentos, podemos notar que está a surgir uma nova faixa social, a das pessoas que estão em torno dos sessenta/setenta anos de idade, os sexalescentes é a geração que rejeita a palavra "sexagenário", porque simplesmente não está nos seus planos deixar-se envelhecer.

Trata-se de uma verdadeira novidade demográfica, parecida com a que em meados do século XX, se deu com a consciência da idade da adolescência, que deu identidade a uma massa de jovens, oprimidos em corpos desenvolvidos mas ainda sem a mentalidade dos adultos, o que revelavam não sabendo para onde ir nem como vestir-se.

Ao contrário dos jovens, os sexalescentes conhecem e pesam todos os riscos. Ninguém se põe a chorar quando perde: apenas reflecte, toma nota, e parte para outra...

Os homens não invejam a aparência das jovens estrelas do desporto, ou dos que ostentam um fato Armani, nem as mulheres sonham em ter as formas perfeitas de um modelo. Em vez disso, conhecem a importância de um olhar cúmplice, de uma frase inteligente ou de um sorriso iluminado pela experiência.

Hoje, as pessoas na década dos sessenta/setenta, como tem sido seu costume ao longo da sua vida, estão e experimentar uma idade que não tem nome. Antes seriam velhos e agora já não o são. Hoje estão de boa saúde, física e mental, recordam a juventude mas sem nostalgias parvas, porque a juventude ela própria também está cheia de nostalgias e de problemas."


Os governos não querem dar-lhes a aposentação, não porque achem que ainda trabalham bem, mas porque não querem dar-lhes o dinheiro que eles próprios descontaram. A desculpa é apenas que a esperança de vida aumentou. Para alguns governos as pessoas viverem mais é um problema em vez de ser uma oportunidade e uma mais valia.

Pois bem, se a esperança de vida aumentou, também deve ter aumentado o bom estado mental e físico das pessoas com sessenta ou setenta anos.

Então acabe-se com a ideia dos sexagenários serem velhos e ninguém lhes querer dar emprego ou cargos de alguma responsabilidade.

Uma pessoa não muda da capacidade de trabalhar para a incapacidade de um dia para o outro. Então, um governo justo e inteligente devia criar um regime de transição em que os trabalhadores mais velhos teriam progressivamente menos horas de trabalho diárias, ou menos dias de trabalho semanal. Por exemplo começar por três dias de fim-de-semana. A transmissão da experiência e dos conhecimentos é fundamental para a evolução das sociedades. Os "sexagenários" ativos podem não ter as mesmas capacidades físicas, mas intelectualmente valem o mesmo ou mais do que muitos jovens.

Só depois deste reconhecimento os "sexagenários" aceirarão trabalhar até mais tarde e terem aposentação mais tarde.

Sexagenário, sexagenário!

Apetece dizer, sexagenário é a o teu pai ou a tua mãe.

Nota: Adaptado e acrescentado de mensagem da antropóloga brasileira Mirian Goldenberg.

tags:
publicado por eu-calipto às 23:23

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 3 de Dezembro de 2012

Mais um burro

Governo atribui quebra de passageiros nos transportes públicos ao aumento da fraude

O secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, relacionou hoje a perda de passageiros nos transportes públicos com o aumento da fraude e considerou que esta se deve essencialmente a motivos económicos.

“A redução do número de passageiros não significa uma perda. O número de validações é que está a diminuir, mas os transportes estão cheios e existe menos um quarto de automóveis a circular. Não tendo desaparecido as pessoas, nem tendo havido um aumento de automóveis, significa que continuam a andar de transportes”, afirmou à Agência Lusa.

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=604773

O secretário de estado dos transportes Sérgio Monteiro teve este rasgo de inteligência negativa.

Os transportes públicos davam grandes prejuízos.

Então a solução mais óbvia parecia ser aumentar o preço dos bilhetes, dos passes, eliminar os descontos para os jovens e terceira idade, diminuição de oferta - menos horários.

Resultado. Com estes aumentos e com a crise as pessoas deixaram de andar de transportes públicos. Uns levam os carros a cair de podres e "sem inspeção?", outros simplesmente ficam em casa.

Um passe social L123 + StcotUrb (para quem viva em Carcavelos e trabalhe em Lisboa), custa 100 Euros por mês, quer ande quer não ande. O gasóleo para o mesmo percurso custa 80 Euros por mês.

No final das contas, as empresas que não recebiam dinheiro suficiente começaram a receber ainda menos.

Toda a gente já percebeu que o governo não quer admitir a crua realidade.

Que fazer?

Inventar uma história da carochinha para enganar os palermas.

Conclusão

Este Sérgio Monteiro é um monteiro de lixo. Nunca mais ninguém pode acreditar no que ele diz. É pouco inteligente, incompetente, ou mentiroso.

Sabem aquela história: "Uma vaca ordenhada uma vez por dia dá 10 litros de leite, portanto se ordenharmos dez vezes dará 100 litros. Pois é, mas se a vaca morrer deixa de dar leite completamente.

No limite, no limite, quando um comboio levar um único passageiro, o bilhete de Oeiras ao Cais do Sodré deve custar para aí uns 500 Euros.

publicado por eu-calipto às 21:33

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

pesquisar

 

Outubro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Deus nos livre ...

Fogos florestais - comuni...

Fogos - Opinião de outros...

Gente séria é outra coisa

Justiça a reboque da comu...

República dos juizes

Moção de "auto-censura" p...

Rei Ghob

Confirmação da injustiça ...

Os intocáveis

Roubados e ainda temos de...

Não sejam mal agradecidos...

Rir é o melhor remédio, s...

Miguelito Relvado - O Ban...

Carlos Alex. Quem é ele? ...

Aeroporto no Montijo - er...

Mário Soares - o bochecha...

Bom Ano Novo

Atentados. Pode haver ou ...

Prisão, prisão, presão, p...

arquivos

Outubro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

favorito

Venha o diabo e escolha.

links recomendados

Tempo

blogs SAPO