Quinta-feira, 21 de Outubro de 2010

Fintados pela "amiga" Europa?

Porque é que Portugal está numa situação financeira miserável?

Os alemães pensam e dizem que os europeus do Sul, nomeadamente os portugueses, estão mal porque são preguiçosos e não querem ou não sabem trabalhar.
Então eles gostariam que nós (os maus) fôssemos como eles (os bons).
Se nós fôssemos os alemães, fabricaríamos os automóveis Mercedes, os BMW, os Porches, os VW, maquinaria industrial diversa incluindo submarinos.

Façam lá este exercício mental. Os alemães ficariam realmente satisfeitos se nós fizéssemos concorrência aos produtos que eles conseguem vender em todo o Mundo? Resposta 100% certa: - Claro que não!

Então há um grande cinismo na política internacional.
Os países desenvolvidos não podem crer que os mais atrasados se tornem tão desenvolvidos e competitivos como eles. É uma evidência! Não fazem mais do que defender os seus próprios interesses.

Então o que é que eles querem?
O que eles querem é mão-de-obra barata. Querem alargar os seus mercados. Algumas das multinacionais têm fábricas em Portugal para produtos de pequenas séries que requerem mais mão-de-obra. Pedem benefícios fiscais, terrenos mais baratos, energia barata, subsídios disto e daquilo. É o caso da VW de Palmela, das cablagens eléctricas para automóveis em Braga, da Quimonda em Vila do Conde, etc.

Os portugueses é que foram anjinhos e pensaram que o dinheiro da Europa era mesmo para nos ajudar. Ao mesmo tempo que nos davam dinheiro e incentivavam a ter mais auto-estradas, vendiam-nos mais automóveis de alta gama, obrigavam a ter cotas para o leite, cotas para o vinho, abater a frota de pesca, fechar a siderurgia e parar a construção de carruagens de comboio (Sorefame – Amadora), etc.

A “bíblia” deles é muito fácil de perceber com um exemplo. Imaginem que um homem rico tem uma mercearia na mesma rua de outra mercearia de um proprietário pobre, mas que lhe tira 20% dos clientes. Tentar fechar a mercearia pequena através de concorrência leal é difícil ou incerto e pode demora tempo, pois o pobre também se vai modernizando e acompanhando o aumento de capacidade de oferta. Então o mais fácil, rápido e seguro, é o proprietário rico comprar a mercearia do mais pobre e passado algum tempo fechá-la dizendo que não é rentável. Quando for o único na rua pode vender a preços mais elevados sem preocupação dos clientes fugirem.

Foi isto que nos aconteceu nas pescas, na maquinaria industrial, na agricultura, na pecuária. O engodo mais antigo de sempre, desde que há comércio entre povos, funcionou na perfeição em Portugal. Por isto é que estamos na situação que estamos. Todos os governos desde a nossa entrada na EU foram sendo responsáveis por isto, Soares, Sá Carneiro, Cavaco, Guterres, Barroso e Sócrates, na proporção de tempo que estiveram no poder (Nota: o que esteve mais tempo foi Cavaco).

publicado por Eu mesmo às 23:30

link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


pesquisar

 

Janeiro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Capa manipuladora da opin...

Matemática de jornalistas

Jornalismo cada vez mais ...

Golpe de Trump - Estava-s...

Corona TVs

Devia ser Ana (des)Leal

Sandra Felgueira - a conf...

Isabel dos Santos vs Jorn...

Nos melhores panos caem f...

Salário dos motoristas de...

Querem lá ver que quem co...

Pedro Pardal Henriques & ...

Greve dos camionistas de ...

O homenzinho que nunca se...

Enfermeiros cirúrgicos – ...

Vira o disco e toca a mes...

Actual Comunicação Social...

Os sabe-tudo ...

Só o Armando Vara e o Sóc...

Confirma-se previsão de "...

arquivos

Janeiro 2021

Outubro 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Novembro 2019

Agosto 2019

Abril 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Novembro 2018

Outubro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

links recomendados

blogs SAPO