Terça-feira, 23 de Agosto de 2011

A vigarice do “petrodólar”

 

A maior parte das pessoas anda enganada sobre as razões que levaram à guerra do Iraque.

Todas já sabem que não foi pelas armas nucleares nem do terrorismo internacional.

Parece então que terá sido por causa do petróleo, para ficar com um dos petróleos de melhor qualidade do Mundo. Só em parte é verdade.

A principal razão começa agora a ficar muito clara. Foi o esquema da maior vigarice desde o tempo em que foram construídas as pirâmides do Egipto (porque de antes disto não sabemos nada).

A vigarice é o PETRODÓLAR.

O que é o petrodólar?

A história começa em 1971 em que se notou que os EUA gastavam muito mais dinheiro do que aquele que podia ser coberto com ouro. Até aí, se um país devesse a outro, ou pagava em dinheiro ou em ouro, mas o valor desse dinheiro tinha portanto de corresponder ao valor internacional do ouro.

A França a certa altura tinha acumulado grandes quantidades de dólares e quis trocá-los por de ouro. Na verdade os EUA tinham imprimido mais dólares em papel do que o valor correspondente da sua cobertura em ouro, portanto recusaram.

Num golpe de génio vigarista, os economistas americanos fizeram um acordo com a OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo). Qualquer país que desejasse comprar petróleo teria de pagar em dólares americanos. A justificação era que as cotações eram acordadas nesta moeda para maior facilidade comercial.

Aos EUA bastaria imprimir mais papel com o desenho do dólar e recebiam em troca o petróleo, mas também outros bens do resto do Mundo. Os outros países recebiam os pagamentos dos EUA em dólares para depois os utilizar na compra de petróleo. Um esquema perfeito, o “petrodólar”.

Foi a época dos almoços grátis para os EUA à custa do resto do Mundo. Podiam assim ter automóveis a gastar 35 litros aos 100 km, podiam ter piscinas em todas as casas, fazer cruzeiros por todo o Mundo e fabricar muitas armas e alimentar guerras. A produtividade das suas indústrias ia-se perdendo, mas ninguém se importava. Quando faltava dinheiro imprimiam-se dólares. Para quê poupar energia? Para quê energias alternativas? Para quê cumprir o Protocolo de Quioto? O petróleo não era barato, era de graça.

A certa altura Saddam Hussein começou a vender petróleo e tentar receber o pagamento em Euros e noutras moedas. Foi este o erro fatal para Saddam – desmascarar a trafulhice internacional.

Esta parte da história todas sabem. Na cimeira das Lajes George Bush, com Durão Barroso, Tony Blair e Aznar decidiram invadir o Iraque. Uma das primeiras coisas foi impor ao mundo o “petrodólar”. Foi o período de maior liquidez financeira internacional. Em nome da segurança contra os infiéis, depois da queda das Torres Gémeas ninguém podia dizer que o rei ia nú. Assim era só ver as impressoras a pintar papel de cor verde. O problema tinha sido resolvido, ou adiado.

Mas a dado momento Hugo Chaves começou também a querer vender o seu petróleo noutras moedas que não o dólar. Ahmedinejad fez ainda melhor – teve a ideia de vender petróleo em todas as moedas menos em dólares americanos. O gato “petrodólar” tinha fugido do saco. Ai que vem aí o demónio, o Irão tem de ser atacado, blá, blá, blá, as armas nucleares, … Em 2008 destapou-se mais um pouco o lençol e viu-se que o dinheiro já nem era papel, eram números escritos num papel, ou na memória de um computador. Disparou a crise a sério.

O que vemos em 2011? Os EUA a endividarem-se porque não produzem bens suficientes para equilibrar os hábitos gastadores de recursos. E o pior pode ainda estar para vir, quando os americanos tiverem de comprar petróleo sem ser em dólares. Aí cai o Carmo e a Trindade, mais propriamente, o Pentágono e a casa Branca.

Este filme ninguém sabe como vai acabar, mas que vai ter um fim dramático é quase certo. Uma guerra dava jeito, mas poucos americanos estão dispostos a pagar com mais sangue uma aventura de resultado imprevisível. Para já vão começar a comer o pão que o diabo amassou, vão ter de empobrecer, tal como todo o ocidente.

Uma coisa é já certa, pagar comida, energia, casas e carros com papel ou com bytes de computador vai ser cada vez mais difícil. Agora todos vão ter de "bulir". Vai doer, vai.

 

Nota: Este texto pode e deve ser copiado e modicado. É necessário perceber melhor o Mundo onde estamos. Divulguem. Na cópia o texto aparece em cor amarela que pode ser facilmente alterada.

publicado por Eu mesmo às 23:45

link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Andre a 22 de Julho de 2013 às 23:01
Muito bom! Pena as pessoas andarem entretidas com inutilidades e não se preocuparem com aquilo que é importante

Comentar post

pesquisar

 

Novembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

posts recentes

Nos melhores panos caem f...

Salário dos motoristas de...

Querem lá ver que quem co...

Pedro Pardal Henriques & ...

Greve dos camionistas de ...

O homenzinho que nunca se...

Enfermeiros cirúrgicos – ...

Vira o disco e toca a mes...

Actual Comunicação Social...

Os sabe-tudo ...

Só o Armando Vara e o Sóc...

Confirma-se previsão de "...

CM - Correio Manhoso_ 5No...

Deus nos livre ...

Fogos florestais - comuni...

Fogos - Opinião de outros...

Gente séria é outra coisa

Justiça a reboque da comu...

República dos juizes

Moção de "auto-censura" p...

arquivos

Novembro 2019

Agosto 2019

Abril 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Novembro 2018

Outubro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

links recomendados

Tempo

blogs SAPO