Quinta-feira, 16 de Junho de 2011

Farto de política

Como já estou muito farto de política vou começar a ler só jornais desportivos.

 

Fonte: http://corporacoes.blogspot.com/

publicado por eu-calipto às 19:02

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 2 de Junho de 2011

Momento filosófico

As pessoas sábias falam sobre ideias.

As pessoas comuns falam sobre coisas.

Os imbecis falam sobre pessoas.

Quase nunca falha. Se alguém está contigo e só sabe falar sobre outros, ou só vê programas de televisão sobre pessoas, ou só vê telenovelas, ou só lê revistas de “gente da sociedade”, certo e sabido que estás perante um imbecil. Vai-te afastando, … tando, … ando, …, do.

publicado por eu-calipto às 18:55

link do post | comentar | favorito

Hino do PSD, e bem bonito:-)

publicado por eu-calipto às 18:38

link do post | comentar | favorito
Domingo, 29 de Maio de 2011

Mata-se o Engº Sócrates e pronto!

Nunca imaginei que o mau perder em eleições contra o Engº Sócrates levasse a um tão grande ódio. A Drª Manuela perdeu as eleições em 2009 por incompetência dela própria, mas não esqueceu.

A azia é tão grande que até se dispensa de elogiar Passos Coelho, aliás pessoa de quem também não gosta nem um bocadinho. Ela quer lá saber se Passos vai para P.M. . A única coisa que lhe interessa é vingar-se do Engº Sócrates.

 

Ela ainda nunca explicou porque razão não ficou a substituir Durão Barroso. Foi este e ela que puseram o Engº Sócrates no governo. Agora queixa-se de quê? Esta velha senhora também tem algumas culpas no mau estado do país, mas numa coisa acertou - Passos Coelho não vale o que pesa. Se o PSD não ganhar por muitos, ou simplesmente não ganhar estas eleições, a culpa é de quem? Do Engº Sócrates outra vez?

 
As TVs mostraram este video? Não! Falaram ao de leve no assunto e depois deram destaque à reacção de Sócrates, que parece um pouco disparatada para quem não sabe a que se refere.
É o jornalismo que nos é servido à sobremesa.
publicado por eu-calipto às 17:24

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 26 de Maio de 2011

Acreditar nos jornais?

O blog "O Jumento" alertou e eu fui verificar.

Lá está.

O jornal "Público" voltou à mentira e à campanha eleitoral.

Passos Coelho aproveitou logo o assunto. À falta de ideias usou a notícia do jornal, mesmo depois do desmentido na página de internet do Tribunal de Contas.

 

Nota: O Público está desculpado. Afinal não é só o Público, são também o Correio da Manhã, o Sol, a Judite, o Marcelo, os políticos, os polícias, os juízes, os procuradores, sei lá quem mais? Eu? Se calhar é o Tribunal de Contas que está a mentir.

publicado por eu-calipto às 19:50

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 23 de Maio de 2011

Com o mal dos outros ...

 

"Os Estados Unidos estão à beira da bancarrota (1).

Os Estados Unidos já não são o motor da economia mundial. A dívida pública americana é semelhante à portuguesa, cerca de 102% do PIB dos respectivos países. Dada a dimensão americana, claro que os números são impressionantes, esta é actualmente de 14 300 mil milhões de dólares ou seja qualquer coisa como 60 vezes o PIB anual de Portugal.

 

As dívidas contraídas na última década colocaram as gerações futuras escravas dessas dívidas perpetuas. A economia dos Estados Unidos está à beira do colapso. Alguns números:


- a dívida americana é, como já foi dito, de 14 300 mil milhões de dólares,
- se o governo americano começasse agora a reembolsar a sua dívida, ao ritmo de um dólar por segundo, levaria 440 000 anos para a pagar,
- a dívida americana aumenta em 4 mil milhões de dólares por dia,
- o governo americano contrai 2,63 milhões de dólares de dívida por minuto".

Fonte: http://octopedia.blogspot.com/  

Conclusão: O mal dos outros não nos traz nenhuma vantagem, mas é bom estarmos informados.

Os países ocidentais afundam-se nas suas dívidas e cada vez se torna mais claro que estas são impossíveis de pagar. Alguns economistas ainda tentam ver nesta situação um ciclo normal, outros acham que se trata de um acidente de percurso da sua própria economia. Hoje começou a falar-se da baixa das classificações da Itália.

Mas esta situação parece ser, cada vez mais, fruto de um terrorismo económico bem orquestrado, uma demolição controlada da economia mundial. 

 (1) E nós também.

 

publicado por eu-calipto às 19:52

link do post | comentar | favorito
Sábado, 21 de Maio de 2011

Justiça protege-se a si própria

Procuradora com álcool perdoada.
"Procurador liberta colega que conduzia alcoolizada.

Francisca Costa Santos, a procuradora libertada, conduzia em contramão com 3,08 g/l de álcool, e foi libertada porque o colega da magistrada considerou ilegal a detenção em flagrante pela Polícia Municipal".

[CM]

http://luminaria.blogs.sapo.pt/597283.html

http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/quiosque-revista-de-imprensa-cm-correio-da-manha-noticias-tvi24/1254669-4071.html

 

A lei é a lei. Quando a polícia e os procuradores acusam com provas falsas já é legal.

Quando fazem escutas ilegais que são mamdadas destruir pelos órgãos superirores da justiça, um superjuíz acha que é legal ficar com elas, e não destroi.

Última hora: "Perante a pressão da comunicação social e de muitos blogs?", parece que a procuradoria vai investigar. Esperemos sentados.

publicado por eu-calipto às 12:42

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 20 de Maio de 2011

A justiça está a tornar-se uma brincadeira de imbecis

A justiça nos EUA é incrivelmente parecida com a nossa, ou a nossa justiça copiou as técnicas dos EUA.

Por exemplo. Strauss-Kahn “violou, se violou?” uma única pessoa – a empregada de hotel, no mesmo dia, na mesma ocasião. No entanto foi acusado de sete crimes: 1 e 2 – Violação (sexo oral), dois crimes; 3 – Tentativa de violação (dita normal), um crime; 4 – Abuso sexual, um crime; 5 – Tentativa de sequestro, um crime; 6 – Toque forçado noutra pessoa, um crime; 7 – Abuso sexual em terceiro grau. Cada vez que se mexia cometia um crime.

Cá também é a mesma coisa. Um super-juiz aproveita uma suspeita de uma irregularidade, e muito antes dos próprios serem sequer informados, já a comunicação social noticia que as pessoas tal e tal cometeram os crimes w, x, y, z (incluindo culpados e inocentes tudo no mesmo saco, e sobretudo, muitos crimes). A receita costuma ser: corrupção activa ou passiva para acto ilícito, participação económica em negócio, burla qualificada, abuso de poder, tráfico de influência, etc.

Mal comparado, seria como castigar um miúdo que não fez o trabalho de casa por: 1 – Preguiça agravada; 2 – Falta de cumprimentos de ordem; 3 – Desrespeito ao professor; 4 – Falta de aproveitamento escolar: 5 – Desperdício de dinheiros públicos; 6 – Mau exemplo aos colegas; etc. Tal como na justiça, o director da escola chama os pais e diz que o filho cometeu 6 irregularidades graves. Perante o protesto dos pais lá faz uma condescendência e castiga o jovem “apenas” a um mês de suspensão por desobediência e maus exemplo. Os pais ainda agradecem a atençãozinha.

Qual a lógica? Segundo um estudioso em casos de justiça, foi-me explicada a estratégia.

Acusar muitas pessoas e cada uma de muitos crimes é uma forma de assegurar uma possível (desejada) condenação. Torna-se mais visível o processo, maior pressão da opinião pública e da comunicação social, portanto, muito mais difícil a defesa quando as provas são fracas ou inexistentes.

Nada disto é justiça. É mais uma brincadeira, para não dizer - uma palhaçada.

publicado por eu-calipto às 19:56

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 11 de Maio de 2011

Obrigado Portugal

  • Um jovem de 18 anos recebe 200€ do Estado para não trabalhar, enquanto um idoso recebe de reforma 236€ depois de toda uma vida de trabalho.
  • Um marido oferece um anel à sua mulher e tem de declarar a doação ao fisco.  O mesmo fisco penhora indevidamente o salário de um trabalhador e demora 3 anos a corrigir o erro.
  • • Um professor leva uma coça de um aluno e juiz recusa a queixa, atribuindo a culpa a causas sociais.
  • O café da esquina fechou porque não tinha WC para homens, mulheres e empregados, mas no Fórum Montijo o WC da Pizza Hut fica a 100 metros e não tem local para lavar mãos.
  • O governo incentiva as pessoas a procurarem energias alternativas ao petróleo e depois a polícia multa quem coloca óleo vegetal nos carros porque não paga ISP (Imposto sobre produtos petrolíferos).
  • Nas prisões são distribuídas gratuitamente seringas por causa do HIV, mas é proibido consumir droga nas prisões! Numa farmácia pagas 0.50€ por uma seringa que se usa para dar um medicamento a uma criança, mas se for um drogado, não paga nada.
  • Um jovem de 14 anos que mata um adulto, segundo as leis não tem idade para ir a tribunal. Um jovem de 15 leva uma chapada do pai por ter roubado dinheiro para droga, o pai é condenado por violência doméstica!
  • Uma família a quem a casa ruiu e não tem dinheiro para comprar outra, o estado não tem dinheiro para fazer uma nova, tem de viver conforme pode. Presos que mataram e violaram idosos vivem 4 numa cela sem wc privado, a associação de direitos humanos faz queixa ao tribunal europeu porque não estão a viver condignamente na prisão.
  • Fechas a janela da tua varanda e estás a fazer uma obra ilegal, constrói-se um bairro de lata e ninguém vê.
  • Se o teu filho não tem cabeça para a escola e com 14 anos o pões a trabalhar contigo num ofício respeitável, é exploração do trabalho infantil. Se és artista e o teu filho com 7 anos participa em gravações de telenovelas 8 horas por dia ou mais, a criança tem muito talento, sai ao pai ou à mãe!

Texto adaptado de um comentário na internet. Autor identificado como Tektek.

publicado por eu-calipto às 00:26

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 26 de Abril de 2011

Quem paga as nossas reformas?

Os cálculos são difíceis de fazer porque os salários foram variando ao longo dos anos.

Para simplificar suponhamos que o salário não variava.

Os descontos para aposentação são para a minha categoria, cerca de 11% do salário.

Assim, quando me reformar aos 65 anos com quarenta e dois anos de serviço, terei descontado a mais 4,6 anos de salário. Ou seja, até aos 69 anos e meio não me estarão a dar nada. Estou a consumir do dinheiro que adiantei.

Se viver mais tempo, terei de consumir verba de alguém que morreu mais cedo, ou dos novos que estão ainda a descontar.

Acontece que eu, ou muitos dos que estão nas minhas condições, provavelmente  não vão viver até aos 70 anos, portanto pagarão mais do que o que vão receber.

Entretanto o Estado ficou com o nosso dinheiro e investiu, transformando-o num valor maior (se forem espertos e sérios).

Nos tempos antigos não havia reformas a não ser para os militares e uns poucos funcionários. Então as pessoas punham o dinheiro no banco para as suas reformas. Não descontavam, mas também não pediam nada a ninguém.

Conclusões “aproximadas”

No meio destas compensações, metade de nós ou mais, não ficam a dever nada a ninguém. Recebem aquilo que descontaram.

Ponham os descontos voluntários, e muitos de nós cá nos encarregamos de fazer as nossas reservas. Se nos quisermos reformar mais cedo não teremos de pedir nada a ninguém.

Se morrer antes dos 69 anos e meio dei as minhas poupanças a alguém que está na reforma há mais de 4 anos e meio.

Sistema mais justo

Quando chegar a altura da reforma fazem os cálculos do que descontámos. Dão-nos o salário igual ao que recebemos a trabalhar durante um número de meses ou anos até esgotar a nossa reserva. Depois reduz-se a 20%, apenas para dar para as despesas de alimentação e medicamentos. Viagens e carro novo só para quem tiver outras reservas.

publicado por eu-calipto às 23:20

link do post | comentar | favorito

pesquisar

 

Outubro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Farto de política

Momento filosófico

Hino do PSD, e bem bonito...

Mata-se o Engº Sócrates e...

Acreditar nos jornais?

Com o mal dos outros ...

Justiça protege-se a si p...

A justiça está a tornar-s...

Obrigado Portugal

Quem paga as nossas refor...

arquivos

Outubro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

favorito

Venha o diabo e escolha.

links recomendados

Tempo

blogs SAPO