Sábado, 5 de Maio de 2018

Gente séria é outra coisa

Basta ler os jornais.

A não ser que os jornais mintam, ou façam campanhas negras, o que não aconteceu certamente com José Sócrates.

 Markes Mentes_14.jpg

E a filhinha vai pelo mesmo caminho,

 Clarinha Markes Mentes.jpg

Claro que a Clarinha entrou no parlamento por ser uma grande figura política, não por ser filha do pequenote.

Pois é! Parece que josé Sócrates foi dos poucos que não colocou familiares na Assembleia da República nem em administração de empresas públicas.

 

publicado por Eu mesmo às 22:48

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 20 de Agosto de 2017

Os intocáveis

As virgens ofendidas a quem ninguém pode dizer nada nem criticar nenhuma das asneiras que fazem.

Refiro-me aos jornalistas de sarjeta e aos seus pasquins. Eles podem dizer tudo sobre toda a gente, podem mentir e fazer campanhas negras. Se alguém os critica, ai Jesus, cai o Carmo e a Trindade.

- Querem "AMORDAÇAR" a informação.

Em primeiro lugar "mentir" não é informação. Em segundo lugar, ninguém que os critica quer amordaçar ninguém, quando diz que este ou aquele jornalista fez um mau trabalho ou mentiu. Em terceiro lugar, era mesmo muito importante que os próprios jornalistas fossem mais críticos dos seus colegas, para bem de todos (mesmo e sobretudo para os "amordaçados").

O Correio Manhoso é de longe o campeão do jornalismo que não é jornalismo nenhum. Usam sempre a mesma fórmula - Sócrates e umas meninas quase nuas. E pelos vistos a estratégia resulta. Todos os barbeiros e taberneiros compram aquela porcaria. Quando não há notícia sobre Sócrates diz-se qualquer coisa e coloca-se a fotografia de Sócrates. Se alguém diz alguma coisa, lá está a mordaça.

CorreioManhoso_20Ago17.PNG

 Outro nojo é o pasquim Sol. Este nem precisa da mordaça. Vai cair de podre.

Quando se está quase na falência e já não se conseguem vender jornais, por falta de qualidade dos jornalismo, então começa a valer tudo. Usa-se a técnica do Carreio Manhoso, mas com mais falta de jeito. Quando não há nada sobre Sócrates usa-se Vara.

Já vão dois números seguidos. Aposto que na próxima semana continua.

13 de agosto de 2017

IMG_1556.PNG19 de agosto 2017

image1.PNG

 

O segredo da escolha do alvo - Vara, foi revelado nesta capa.

Tão "burros" que até se denunciam a si próprios.

Vara cancelou a publicidade do BCP no jornaleco do pequeno arquiteto.

 

26 de agosto de 2017                  < Sugestão - apostas >

Vara foi à casa de banho e usou o Sol para limpar o dito ...

 

publicado por Eu mesmo às 23:06

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 5 de Março de 2017

Miguelito Relvado - O Banqueiro?

Relvas o banqueiro-2_5Mar17.PNG

Quando estava a escrever "banqueiro" o computador fugiu para a verdade, apareceu "banquet room". Ora isto do Miguel Relvas ser um banqueiro só pode ser uma grande festa numa sala de banquetes, tal como suspeitaram os ingleses (já com os convidados todos bêbados).

Então este pé rapado tem dinheiro para fazer parte de um consórcio na compra de um banco?

Tal como fizeram com Sócrates, prendam já o senhor para ser investigado. Estes sinais de riqueza não ficam atrás dos almoços de Sócrates em Paris, antes pelo contrário, são muito mais brilhantes.

Se os senhores procuradores ainda não iniciaram as investigações porque não tiveram uma denúncia anónima como aconteceu no caso Freeport, então inventem uma depressa.

Isto tem de ter uma explicação. Quem está por trás do Relvas?

Porque razão os jornais falam nisto envergonhadamente. Nem o pasquineiro Correio Manhoso fez uma capa com a cara do Relvas numa pose desfavorável.

Não é justo!

Noutros processos, como no Face Oculta condenaram-se pessoas, não por terem recebido dinheiro por fora, mas porque poderiam vir a receber no futuro, e sem sequer provas de crime para além das imaginativas suspeitas do ministério público.

Relvas não é menos do que Vara. Investigue-se Relvas e condene-se se ele alguma vez pensou em receber algum empréstimo de algum amigo daqui a 10 anos.

publicado por Eu mesmo às 22:07

link do post | comentar | favorito
Sábado, 24 de Dezembro de 2016

Atentados. Pode haver ou pode não haver ...

FBI-fabrica incompetentes.png

 Ora aqui está

Atentados. Sim, pode haver. Mas também pode não haver.

Pode ser amanhã, mas também pode ser daqui a 20 anos.
Uma notícia que ninguém suspeitava.
Uma enormíssima novidade.
Milhões de dólares para os serviços secretos mais caros do Mundo dizerem uma coisa tão importante, depois de um estudo aprofundado de grandes peritos.

A banalidade mais cara de sempre, que os nossos jornalistas vendem com grande orgulho.

A realidade é esta,
Até o mais imbecil, incompetente e analfabeto agente de menor graduação da polícia do bairro de lata mais imundo era capaz de chegar a esta conclusão.

Pode haver...

Riam. É Natal.

publicado por Eu mesmo às 12:07

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 6 de Dezembro de 2016

Prisão, prisão, presão, perisão, corrupção, corrupação

Eu já tenho vindo a denunciar que a moda agora é condicionar toda a gente, políticos, empresários, jogadores, toda qualquer pessoa que tenha alguma notoriedade com a notícia da sua possível prisão.

É nova forma de pressão e de poder. Em vez de se investigar em silêncio e assuntos sérios, em vez de avisar os faltosos para cumprirem o que não estiverem a cumprir, o que até pode acontecer por desconhecimento ou atraso, opta-se logo por encher as capas dos jornais e abrir noticiários nas televisões.

É a justiça popular?

Acho que é mais o interesse económico de vender os pasquins e de dar audiências às TVs (aliás audiências de imbecis, mas que contam igual aos responsáveis).

Isto está a servir de arma política, futebolista, religiosa e até económica.

Quando se quer deitar alguém abaixo arranja-se logo um qualquer motivo e "prisão eminente ..., por isto ou por aquilo". Provar  as coisas é outro assunto que não interessa. O principal trabalho é colocar lama em cima da pessoa, e este trabalho fica logo feito no próprio dia, ou nos dias seguintes.

Exemplos? As notícias dos "crimes"  Sócrates só apareciam nas vésperas de eleições, assim como Dilma e Hilari. Sobre os jogadores aparecem as coisas nas vésperas de jogos importantes.

prisão prisão prisão prisão.jpg

Vão-se catar! Não gosto nada disto.

Quando chegará o tempo de colocar na prisão os jornalistas de sarjeta, os juízes justiceiros e os procuradores e investigadores incompetentes e mafiosos?

Alguns bem o mereciam depois de terem acusado e até condenado inocentes.

Ainda vai levar algum tempo para haver justiça cega (digo justa).

publicado por Eu mesmo às 19:44

link do post | comentar | favorito
Sábado, 3 de Dezembro de 2016

Justiça inútil ou "injustiça justa?"

a injustica ja nao incomoda ninguem.jpg

A "justiça" (?justa quê?) passa a ser feita, não pelos órgãos competentes do Estado, mas sim pelos jornalistas normalmente (de sarjeta).

As evidências estão mesmo à frente dos nossos olhos e os "cada vez menos" juízes competentes vão dando lugar a super-juízes de dentes podres que até se servem da comunicação social para pouparem trabalho. Basta engolir toda a porcaria já mastigada pelos tais jornalistas "investigadores". Exemplos? Saraivas, Cabritas, Laranjos, Rodrigues dos Santos, Felgueiras, José Manel Fernandes, etc.

Investigadores não faltam no jornalismo. Há para todos os gostos, os maus e os muito maus. "Segundo as nossas fontes blá, blá, blá, ...". As fontes são confidenciais. Não se podem revelar. Qual a diferença entre a verdade e a mentira?

Direito à informação? Àh, Àh …

Mas alguém acredita que os jornais dão as notícias de forma sensacionalista, explorando a polémicas e inventando os detalhes desconhecidos, para dar informação? Dar informação do mesmo assunto dias seguidos de hora a hora? Só se for para espetadores surdos ou com deficit cognitivo.

Na minha opinião uma grande parte dos jornalistas atuais são incompetentes, mal-intencionados e com único interesse, a qualquer preço, nas audiências e no lucro do patrão.

A comunicação social está na mão e ao serviço de interesses poderosos e da política suja  < = > A justiça está na mão da comunicação social.

E é esta gente que decide quem é criminoso ou inocente, quem é sério e quem é vigarista?

Então estamos mal. Muito mal.

Também a nossa república parece que começou com uma injustiça. Pelos vistos o mal já vem de longe. Quando não se apanha o culpado castiga-se um inocente para acalmar a populaça.

a injustiça como vingança.jpg Um pouco de humor para não chorar,

Ladrone.jpg

 

publicado por Eu mesmo às 22:33

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 3 de Novembro de 2016

A lata deste gajo é imbatível

Uma certa massa de lado ...

Já pouca gente acompanha os raciocínios complicados e enviezados deste treinador de bancada para a economia. Este pseudo-jornalista vive de bitaites (tangas como diz Putin). Provavelmente não sabe fazer mais nada.

Se mandasse tinha solução para tudo. Como não manda nada "tem sempre" razão. As teses nunca podem ser desmentidas.

Agora, que tem uma grande lata, lá isso tem!

Numa conferência ouvi ele dizer que as frases no final dos e-mails, a pedir para não imprimir os textos em papel se não for necessário, para poupar o ambiente, eram um grande disparate.

Na maneira de ver do Gomes, e disse-o expressamente, "...quanto mais papel gastarmos mais árvores plantamos", portanto, gastar papel sem ser necessário é melhor para o ambiente.

 Imaginemos este "belo" raciocínio aplicado a outras coisas: - Quanto mais lixo deitarmos para o chão mais as empresas de limpeza e reciclagem são viáveis. Quanto mais poluente for um automóvel melhor para a empresa de fabrico de catalizadores e filtros, etc., etc. E  o melhor exemplo de todos: Quanto mais bêbados condizirem automóvel mais médicos têm colocação nos hospitais.

Se este senhor for tão bom em economia como demonstra ser na avaliação do ambiente e da sustentabilidade, então não vale mesmo nada.

publicado por Eu mesmo às 10:51

link do post | comentar | favorito

pesquisar

 

Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
18
19
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

posts recentes

Gente séria é outra coisa

Os intocáveis

Miguelito Relvado - O Ban...

Atentados. Pode haver ou ...

Prisão, prisão, presão, p...

Justiça inútil ou "injust...

A lata deste gajo é imbat...

arquivos

Agosto 2019

Abril 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Novembro 2018

Outubro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

links recomendados

Tempo

blogs SAPO