Segunda-feira, 18 de Setembro de 2017

Rei Ghob

Para os juizes portugueses, crianças maltratadas em centenas de crimes sexuais e mortes com desaparecimento de cadáveres é quase a mesma coisa do que roubar nas pesagens de umas poucas toneladas de entulho e ferro velho.

Rei Ghob 17 anos, Godinho 15 anos.

Critérios

image.jpeg

Porque é que eu estou muitas vezes contra os juizes e o ministério público? Porque li os acordãos dos Processos Casa Pia e Face Oculta e fiquei a saber que é fácil condenar inocentes, ou acusar e condenar sem provas, desde que a comunicação social de sarjeta ajude.

Noutros casos há uma inexplicável complacência, como acontece com crimes de mortes violentas. Rei Ghob é a cereja em cima do bolo. 17 anos! Ao fim de 9 anos diz que está arrependido e fica livre. Um inocente, se insiste que está inocente vê a pena agravada.

publicado por eu-calipto às 15:35

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 3 de Dezembro de 2015

Uma adivinha

Desta vez faço um desafio, para os leitores treinarem a sua perspicácia.

Trata-se de dar resposta a uma adivinha.

Garanto que não é difícil.

Descubram a que jornal diz respeito a notícia destacada com a bola vermelha na figura abaixo.  A notícia saiu no mesmo dia em todos eles.

Têm três hipóteses.

adivinha_jornal ou pasquim_3Dez15.png

Então?

 

publicado por eu-calipto às 19:51

link do post | comentar | favorito
Sábado, 25 de Julho de 2015

SOL - Como se faz um pasquim

Ver capa

SOL_17Jul15_campanha Sousa Tavares.png

 Depois,

SOL_24Jul15_campanha Sousa Tavares.png

 O mais importante do desmentido

http://www.sol.pt/noticia/402958

"- que a vossa redactora, ao atribuir-me um investimento de "dois milhões" estava a elaborar num erro primário ou de má-fé, que consistia em somar todas as poupanças que fui depositando ao longo de anos no tal fundo, sem somar correspondentemente as saídas, chegando então a um "investimento" único de dois milhões - cuja conta nem sequer sei se está certa. Ou seja: transformaram liquidez em investimento e somando todas chegaram a um montante único que se refere a centenas de produtos diversos mas que foram todos reduzidos ao "chapéu" do GES, para assim tentar sacar um "escândalo" a partir do nada..."

Nota: Vergonhoso e nojento é ler os comentários de alguns leitores. Na verdade nem vale a pena ler.

Conclusão

Quando duas opiniões não coincidem só duas coisas podem acontecer: 1. Ou um deles está a dizer a verdade e o outro a mentir; 2. Ou os dois estão a mentir.

A possibilidade de os dois dizerem a verdade é impossível.

Neste caso opto por acreditar em Miguel de Sousa Tavares, 99 contra 1. Não me parece que um escritor se fosse arriscar a negar uma coisa que pudesse facilmente ser provada que era verdade. Já de um pasquim desesperado para se salvar da falência tudo se pode esperar.

Se somarem todos os depósitos do meu vencimento ao longo de um ano e dissessem que era o meu investimento nesse banco seria obviamente uma grande mentira, porque entretanto houve levantamentos para a minha vida diária. Ao final do ano tenho o mesmo dinheiro, ou até posso ter menos.

Manipular informação é actualmente uma forma de ganhar a vida, porque até os desmentidos das mentiras dão lucro. O que é preciso é vender. Ética, deontologia e honestidade intelectual? Mas o que é isso para essa gente?

publicado por eu-calipto às 14:28

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 27 de Fevereiro de 2015

Aconteceu mesmo - Inimigo Público

inimigo publico_27Fev15.png

 Sacado do O Inimigo Público: http://inimigo.publico.pt/

inimigo publico_27Fev15_segredo.png

 Aqui não há o "podia ter acontecido". Metade das coisas ditas aconteceram mesmo. Foi Marcelo que disse na missa da TV I que Portas era ...  . O Ministério Público aceitou mesmo a queixa de Mário Machado.

publicado por eu-calipto às 15:37

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 29 de Novembro de 2010

Face Oculta – da verdade

Criticar os erros da justiça é desacreditá-la, ou é dar contribuição para a melhorar?

Criticar os exageros e mentiras da comunicação social, é estar contra ela ou é uma forma de distinguir os bons dos maus jornalistas?

São estas as perguntas que quase ninguém faz, porque não são politicamente correctas ou pelo menos socialmente oportunas.

Parece que em Portugal ninguém quer dizer que o rei vai nu, mesmo que o vejam completamente em pelota. Ninguém quer ter opinião contrária à opinião dominante e induzida pela comunicação social.

Onde quero chegar? Aos processos mediáticos dos últimos anos! Às suas verdades e às suas nentiras.

  1. No processo Casa Pia não conseguiram encontrar provas para condenar Carlos Cruz, mas depois de tudo o que a comunicação social disse e a opinião pública pensa, já “intoxicada” pela primeira, era um escândalo e descrédito admitirem a absolvição por falta de provas.
  2. No processo Apito Dourado a justiça não conseguiu provar que a fruta do Pinto da Costa prometia eram meninas para aquecer os árbitros, nem tão pouco que isso fosse crime.
  3. No processo Freeport bem se esforçaram por encontrar irregularidades que envolvessem Sócrates, mas depois de tanta investigação jornalística, de escutas, de vídeos feitos às escondidas e mostrados na TV, fugas de informação do segredo de justiça, de invenção de pressões a dois virgens magistrados, etc., nada encontraram. Tudo indica que vai acabar em nada.
  4. No Face Oculta, apanharam um vigarista de bairro e logo tentaram levar com ele políticos e responsáveis de empresas públicas. À falta de melhor até pessoas que se opuseram às trafulhices de Godinho foram envolvidas nas acusações. Mais uma vez a polícia e os procuradores não encontraram nada que lhes permitisse pegar a presa que procuravam - Sócrates.

Agora com a opinião pública com ideia já formada, como vai a justiça sair disto se não encontrar provas de tudo o que se disse? Ou tem de julgar e condenar inocentes ou irregularidades menores (para salvar a sua Face), ou passará mais uma vez por incompetente ou perdulária para com os “criminosos”.

Este dilema da justiça resulta de culpa própria, pois foram eles que permitirem e alimentaram a acusação prematura e os julgamentos feitos na comunicação social antes de serem feitos nos tribunais.

Depois quando os tribunais não provam os graves crimes que toda a gente já julgou, lá vêem as frases feitas:- “Os grandes safam-se sempre”; “A justiça nunca apanha ninguém”; etc.

Em Portugal todos parecem ter medo da verdade! Criam-se as condições para a verdade não ser aceite e a justiça não ser feita. A justiça vive condicionada pela comunicação social e pela opinião pública. A comunicação social vende a alma ao diabo para salvar a carteira, pois os jornalistas com carácter e responsabilidade vendem menos jornais e têm menos audiências do que os imbecis e irresponsáveis sem carácter.

Está tudo ao contrário! Há medo ou não conveniência de admitir a verdade. Há interesses escondidos. Há politização da justiça como admitiu Noronha do Nascimento.

Falta coragem à justiça! Falta coragem para se fazer justiça e para não culpar inocentes quando não há provas para condenar os culpados.

publicado por eu-calipto às 22:56

link do post | comentar | favorito

pesquisar

 

Maio 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Rei Ghob

Uma adivinha

SOL - Como se faz um pasq...

Aconteceu mesmo - Inimigo...

Face Oculta – da verdade

arquivos

Maio 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

favorito

Venha o diabo e escolha.

links recomendados

Tempo

blogs SAPO